pesquise no blog

sábado, 20 de novembro de 2010

sobrepor

para não ver tudo isso.

lá na frente, quem sabe
poderei voltar

e com calma perceber
o seu olhar
o toque preciso
que faz um ao outro
tão semelhante

e se agora me permito
seguir fazendo o adiante
é só porque sei

que hei de voltar
tocando um a um
com eternidade expressa
neste encontrar

da mão com seus corpos
filhos, eu aviso desde já
o tempo é o movimento
pelo qual vocês hão de cair
e levantar

sempre assim
indo e voltando
caindo e se erguendo
para de novo
e outra vez
despencar

para de novo
outra vez
ver seu irmão surgir
e ante a ti se revelar
mais novo
mais possível
mais potente
e sempre incapaz

de assegurar
isto, Isto
que seu pai teima em acreditar

vamos juntos, pois então
descobrindo em costura
a nossa condição

Nenhum comentário:

Postar um comentário