pesquise no blog

domingo, 21 de novembro de 2010

Humus 2

Rasgue esta folha em branco
deixe dela despencar palavras
deixe escorrer a tinta
assim feito sangue
deixe-a se desfazer
como fosse grito
ao tremor da cissão.

Rache este piso
soterre o equilíbrio
rompa com o ritmo
e destrua casas
destrua o destino das ondas
engula o mar inteiro
seja breve e passageiro
deixe conosco apenas a destruição
sua massa.

Rasga aqui essa folha,
veja então o que nos resta às mãos:

[Imagem]

Sim
resta apenas destruição
palavras cortadas
com sílabas soltas
nada reluz
todo ouro se embaraça
restando apenas
sim
restando apenas
sim
a destruição.

rasgue a folha
rasgue o solo
dela caem palavras
dele despencam homens
homens são palavras
costurando a indecisão do destino
costurando a imprecisão do sentido


e o que resta


[imagem]

Nenhum comentário:

Postar um comentário