pesquise no blog

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

IN_trave

Como foi que algum dia eu cheguei a duvidar
que tudo não se tratasse de amor?

Burro que fui,
burro qu'inda sou
Pois crente nisso
descrente vou,
sem fim
rumo à perdição de seus meios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário