Pesquisa

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

oh sufoco


Para que termine uma palavra
Talvez outra pudesse começar 
Como quem termina um doce
Para depois mergulhar no mar

Há no entanto quem faz mistura 
Formigas corajosas que zombam
Com a mesma dedicação tanto do 
Horror quanto da ternura 

Excess
Abismado
Unbelievable tornado quase lá 
Quase um fato

Olha, se me for dada a chance 
Direi quase tudo e mais quase um todo
Falarei dessa torção tão íntima 
Que dessufocaria até mesmo ele

Oh, sufoco! 
 

terça-feira, 13 de fevereiro de 2024

I'd say

That you could
I'd say that you should
That maybe I'd say that
You must

Or don't 

Keep it quiet 

Try not to improve the damages

They are all from inner skies 

Don't hurt your self 

Time is more medicine than you could imagine 

Time yourself 
 

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2024

Há várias

Injustiças
No plural
Descanse
Não seria só a sua 
Egoísmo brota alado
Por que não assumir
Que o injusto mesmo 
É refutar o mau estar

Obrigado 

Mesmo adverso
Por vezes em ti 
Vejo o germe 
Dalguma inquisição 
Matas o crime
Metes flecha no doer
Desbanca a bunda da merda
E pronto 

Ponto para quem és mesmo sem se saber. 



Seria injusto demais aceitar que só a injustiça te faria mal. 



Alegria demais disseram sería algo como um desespero. 



Amanhã irás à natação depois à médica depois ao trabalho e no meio de caminho, caso justo consigo sejas, darás um baita sorriso desse de desinterromper avenidas entupidas. 



É injusto por demais achar que só de tristeza é feira uma vida. 
 

Também não

Ah, saber dizer não
Espera aí 
Como é que faz
Que papo é esse
Quem deixou
Não, não senhora
Não senhor
Não mesmo

Saber dizer não 
De quando em quando 
Ver a azia assim chegar 
Afobada
E vetar-lhe a entrada
E dizer que não 
Que agora não 
Que nem sempre 

AQUILO QUE A GENTE ESTÁ A SENTIR PREVALECERÁ 

Às vezes é engano
Às vezes puto cansaço 
Às vezes é às vezes
Passageiro peremptório 
Neologismo escasso
Às vezes não 
E repetirás 

Não mesmo
Não 
Não confio nesse mau 
 

Arquivo