pesquise no blog

domingo, 16 de junho de 2019

Corte. Visitar padrões.

E quem diria eu
Fazendo um corte.
Quem diria que chegaria eu
Tão longe.

É que te encontrei
Encontrei você vários.
Padrões que em mim se repetem
Mas que nada me fazem
Exceto mal
Um mal delicado
Que finge ser orgânico
Que finge me entender
Mal do qual me orgulho
Mas que está me destruindo.

Um corte
Contra aquilo que eu achava ser eu mesmo
Um corte

Contra esse padrão de amor
Onde eu me doo e saio sempre doendo

Não
Não

Não pode ser


Não quero nem isso mereço





Sobre você
Bom, você, eu te entendo
Te admiro
E te respeito
Mas o mal em mim
Para ser modificado
Pressupõe um corte
Em mim
Mas também em você

Não tem jeito.

É que visitar esses padrões
não é algo supérfluo
não é algo passageiro
É algo que fica
que firma em mim
um ser que sou
mas que é antes de eu ter sido.

Não o quero.
Não me quero assim.
Por isso um corte
esse corte
Para ser quem sou
e não quem foram em mim
antes de mim.

domingo, 9 de junho de 2019

Passe

Ou ainda mais
Ultrapasse
a cabeça
pesada e pendente
pesando e demente
Passe-a
Ultrapasse-a

Terá que ser assim
Ou você dobra a sua cabeça ao meio
ou ela te manterá refém
te manterá assim
prevendo o futuro que você mesmo mata
assassinando o instante que por você não passa

Passe-a
Ultrapasse-a
Atropele-a
Perca-se dessa pensação que não cessa
Faça-se perder dessa produção desenfreada
de narrativas fatalistas
que te impedem de gozar

gota a gota
a delícia que poderia ter sido
estar vivo.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Gasto

Amanhece súbito e delicado
Este cansaço. Uma renovada
Esperança se anuncia. Poder
Sentir-se bem consigo mesmo.

Há quanto tempo em função
Do outro? Há quanto tempo
Tão afastado de seus próprios
Sorrisos? Perdeu-se a conta.

Pensar que tinha em si alegrias
Para celebrar. Saber que tinha
Uma casa, os bens materiais. Saber
Que tudo isso conforta. Conforta sim.

Ademais, quando assim muito fora
De si. Cuidar menos da fome da carne
E mais da alma mesmo, dessa existência
Fina, quebradiça e porta-vida.

Amanheceu assim ciente. De si mesmo
E daquilo que sentia, sente. Cuidar mais
Do próprio bem para que depois o mundo
De seu bem se servisse. De acordo?