pesquise no blog

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Nada

nada adianta nada

Pode tentar e verás
Nada adiantou
Nada mesmo
Nada e mais que nada
jamais

Por acaso
Depois que água derretou
e fez florescer a vida
para depois congelar
e de novo líquido se tornar
Por acaso
ainda assim depois de tanto
Que foi que se deu?

Nada, né?

Pois bem

Assim será escrito
nada depois de tudo
é o que restará
como princípio

E se nada restar
E se algo em nada brotar
Ainda assim

Que que tem?

Tem nada gente
Tem nada não
Nada

Viste?

Sendo sim ou não
Nada adianta nadar contra o nado

Vai
Deixa ser
Pensa menos
E seja mais como são as coisas que não precisam de dúvida para se ser

A vida passa mesmo e depois dela
nem tchum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário