pesquise no blog

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Mentira

Tudo até agora talvez tenha sido.

As vontades de se remendar
O desejo de respirar sozinho
As roupas novas
A casa reordenada

Tudo mentira.

O mês começou e é verdade
a mentira faz a sala
e tudo não passa disso

Doce desilusão tentando à força arranjar solução ao que não tem.

Nem terá
por agora ao menos
Resta apenas restar

novamente perdido
peito solto iludido
sorriso vago e largo
de tanta busca e nenhuma afirmação.

Foi-se embora o amor
e o que fica ida agora
é abismo sem cor nem fim

Sou eu ausente de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário