pesquise no blog

sábado, 4 de abril de 2015

Jardim

Queima o sol as folhas
sobre o chão caídas
Desesperariam-se
não soubessem
haver a noite.

Concentradas esperam
pelo instante
em que afagadas
pela lua hão
de descansar.

Um grito cantado
irrompe a copa das árvores
São os pássaros
chamando para jogo
esta triste cidade.

Vem! Se perder.
Se perder. Vem!
Se perder! Se perder,
se se perder!
Vem!

A manhã sobrevive
a noite em si aguarda
Haveria algo de mais abraço
do que este jardim
esta sala?

Nenhum comentário:

Postar um comentário