pesquise no blog

domingo, 10 de junho de 2012

ser cego ou consciente?

me pergunto às vezes o que foi que o tempo fez com a gente?

a família hoje resta cega
sob brando filtro
incapaz de solarizar
os segundos.

me pergunto se logo eu
que não me vejo cego
se logo eu serei aquele
que comprará esta briga.

serei eu?

ou não?

que dúvida horrenda
ter ou não ter
que comprar briga com a família

com o laço
e a união?

faz dias sofro esta constante

vejo a família emburrecendo

e eu - tão esperto

me lacrando distante no adiante.

não faço parte
não consigo fazer

mas se faço
por um segundo
é preciso ser burro
ser cego
e incapaz

como posso dizer palavras tão duras
tão cruas
a quem me diz
amar demais
e demais?

excesso de amor sufoca e mata.

distância às vezes salva a plantação
salva tudo
deixa sobreviver a vida
sobre memória.

não sei,
não era para ser assim
mas se for preciso distanciar
será que conseguirei
partir
de vez
enfim?

|

Nenhum comentário:

Postar um comentário