pesquise no blog

domingo, 11 de abril de 2010

o amor é o fim.

da ordem das tias.
da ordem a única irmã que não teve filho.
da ordem não por isso tenho menos amor para dar.
da ordem eu tenho meus móveis minhas coisas meus gostos.
da ordem eu sou capaz de educar coser e amar.
da ordem eu não sou virgem por não ter marido.
da ordem eu sou tia mas tenho casa própria.
da ordem eu sou tia e não infeliz.
da ordem meus filhos são todos aqueles que foram maltratados
meus filhos são todos os que não foram devidamente amados
eu os coloco dentro da minha casa
e os tiro a roupa
e os faço se banhar
depois eu costuro suas partes
e tendo a ensinar de novo como é mesmo que se faz para ao caminhar
conseguir andar.

nem sempre se move ao se movimentar.

tem uma doença ameaçando a multidão.

é que todo mundo corre e não sai do lugar
todo mundo de mãos invisivelmente dadas
correndo só na escuridão dos dias-avenida

tem uma doença que só tia é capaz de ver
porque tia não sofre dessa psicologia do pai
da castração
tia não curte édipo
tia dança o absurdo
e coloca a prole para dormir cedo
tia é limite
limite é amor, não fim

a que horas vai chegar?

tarde.

tarde que horas?

depois de meia-noite.

bom, quero você 23h30 batendo nessa porta.

não!

sim, mais uma vez: 23h30.

você não é minha mãe.

por isso mesmo. toma esse casaco. divirta-se. 23h30.

Nenhum comentário:

Postar um comentário