pesquise no blog

sexta-feira, 23 de abril de 2010

e tudo acabou. e tudo fugiu.

mas sempre nos resta algo para dar indícios da existência. não?

sobra um corte na pele
sobra um sangue que não coagula
sobra uma roupa que não é sua
sobra uma memória que volta ao se ver o lugar
sobra um lugar, e outro mais, e mais um
sobra um travesseiro
sobra uma caneca de café esfriada
sobra uma penca de sonhos morridos
sobra livro sobre migalhas sobram assunto

quando se acaba alguma coisa do gênero eterno
é porque o mundo está agindo em sua sinceridade

eternidade foi uma coisa que inventaram
para nos sentirmos pequenos
famintos
e carentes de uma mão
que esmaga
de uma mão divina
que nem se toca ou vê

que nem se toca

mas que controla
segura
instaura
e entorta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário