pesquise no blog

sábado, 7 de novembro de 2015

em momentos distintos

palavra

ombros

move laranja

o cansaço

garganta inflamada
de tanto já manifesto

bola

pisco lento
pisca olho
dentro

profundo

isto é pouco para hoje
espere
o tempo não cessará jamais

pese
deixe pesar
pese tudo
quer dizer

números
canção
dor leve na altura dos rins

eu queria te dizer tanta coisa
também dentre elas
eu acharia um pedido de desculpas
porque era lindo
estava lindo
mas a sua fome
secou a possibilidade
da minha calma ganhando rubor

a sua fome
estrepou a minha rima

e pronto
assim foi

tudo sozinho
outra vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário