pesquise no blog

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

você

não é por ti
é por mim,
a princípio.

quando te escrevo
é voltado a mim
que eu recito.

não é você
nem poderia ser.

você não tá aqui
eu não tô em ti
não pode ser
com você.

aqui vou seguro
trepido e me lanço
me jogo e seguro
se fosse eu em você
tudo isso não seria jogo
seria suicídio.

não quero
hoje não
não vou dizer seu nome
você vai continuar sendo
constelação.

hoje eu não te reconheço
hoje eu não sei meu nome
nem minha vocação.

hoje sem você
eu nasci pronto
e forte
hoje sem ti
eu amanheci
repleto e capaz.

deixe para amanhã essa falta
essa moleza
incapaz
de erguer o segundo.

deixe para amanhã
esse desejo meu
convertido em auto-
sacrifício.

pesa
tanto
que poderia ser apenas
um câncer.

mas tem nome
e é você
a palavra
que o mundo não cessa
o buscar.

é você.
tem que ser:
você.

simples assim,
sem eu
sem mim
sem ti
nem ninguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário