pesquise no blog

domingo, 14 de março de 2010

Sorria, você está sendo vendado.

catástrofe09

e para não ver a ruína: construção
para não ver a propina: comissão
para não ver a escória: a ilusória ficção
nela ali prostrada
rindo no seu silêncio velada
querendo se possível dizer
COMPRE AQUI
COMPRE AQUI
COMPRE EM MIM AQUILO QUE PODE QUEM SABE SER VOCÊ

mas que não és, ela reitera
sua nudez fria nudez anti-matéria
é o que pode agora unicamente restar
o redor cheio de braços
as pernas fora dos saltos altos
os dentes fora das bocas
os cabelos fazendo furacão em meio aos ventos
ela perdura ali sorrindo
ela ali sorrindo acentua o meu
o seu
o nosso – comum – tormento

FOMOS VENDADOS.

vendidos e sacrificados.

mas por quem?
por quê?

a culpa não está fora. culpa é coisa nossa,
capaz de nos gerar e gerir e deter.
ela ali parada me disse sorrindo sem fim
a culpa não existe
culpa é coisa que inventaram para vender
para vendar isso em mim assim representado

compre a sua paz

compre seu escapulário

seu escape

sua válvula

seu vibrador

compre em mim sua presença

compre em mim a função de um seu amor

compre tudo tudo pode em mim pedir eu dou

pela bagatela de sua felicidade

ela é também inventada

ela e toda essa cidade,
hoje são ruínas

 

e ruína hoje não é somente metáfora.

catástrofe09

Nenhum comentário:

Postar um comentário