pesquise no blog

quarta-feira, 24 de março de 2010

PPP

Daí fica tudo assim
Qualquer movimento é terremoto
Qualquer piscada deste olho aqui
ou deste
é flerte tentativa tiro
é sedução

Daqui tudo seu é maior
Daqui eu escuto seu peito rangendo
Daqui eu olho e traduzo este segundo
inteiro, numa só palavra
É perdição.

Vem. Chega aqui. Olha no meu olho
Cola sua vista na minha
E vamos nos ver assim filtrados
pela cor diferente
pela lente ousada
sua
e minha
que vê desejo
onde havia apenas
tempo agindo.

Vês? Como assim de perto a gente é maior.
Como assim de perto o tremor é genuíno.
Ele dança.

Trepida.

Ele convida
Vem aqui e gaste seus segundos
gaste as horas
sue esta sua eternidade

Vem e gasta esse corpo
Que em primeiro plano
Em Primeiríssimo Plano
Clama baixinho à língua

                            pelos

pelos

pelos

                            dentes

pelas

carnes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário