pesquise no blog

quarta-feira, 3 de março de 2010

C H A G A

           
Não há neblina. Tudo está claro.
As luzes da casa estão apagadas
mas não haverá tiro bomba nem colapso
pois dentro de minha boca há uma maçã
apenas, não uma granada.

Acalme-se.
Essa guerra que estamos vivendo dizem se chamar o amor.
O nome te ajuda a entender o que é?

Não?
Não. Imaginei que fosse piorar.

Bom, portanto serei explicativo:
aquilo que você atirou no meu peito
aquilo que aqui em mim você enterrou
exato
aquilo - isto - enfim,
pois então,
em virtude daquilo ou disto
algo seu em mim fincou
virou âncora
fez de mim porto inseguro
mas algo em mim se traduz destemido
eu suporto eu quero o ineditismo da situação.

Mas, ajude a controlar o fogo.
Não quero explodir.
Eu não quero.

Quando você chega?
Você chega quando?
Eu descobri o que era.

E o que era hoje ainda persiste
E é chaga, amor
Isso entre a gente
tem por nome chaga.
                

Nenhum comentário:

Postar um comentário