pesquise no blog

domingo, 9 de agosto de 2015

Uma fagulha

Corre
Anda
Não demora
Apareceu no íntimo
Alguma esperança
Corre, Diogo
Vai
Abocanhe-a
Esperança?
Talvez sim
Alguma coisa
Sem forma
Que te faz
Por um segundo
Endireitar a vida
Torta
Corre
Anda
Não solte
O instante
Vai
Estamos torcendo
Alguma coisa
É alguma coisa
Uma batida
Um ar
Que seja
Mas vai, cara
O proteja
Se proteja
Isso
É
O
Começo
De algo
E
Lindo
Você
É
Um punhado
De palavras
Para se cantar
Vai
Vai!
Ah!
Vai!!!

2 comentários:

Carole Cantidio disse...

não solte o instante, vai. ô coisa linda!

solange balbi disse...

urgente, vai!
Por um segundo,,,pela eternidade.

Postar um comentário