pesquise no blog

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Homônimos

Meus filhos,
peço desculpas. Não é por mal. Mas é que a sua quantidade me faz, vez ou outra, usar um mesmo nome duas ou mais vezes. Opto, nesses casos, quase sempre por uma pequena distinção quanto à língua original do nome. Exemplo: se um foi Darlei, outro pode ser Darley, ou Darney, enfim. Queria dizer que não é por mal. Queria dizer - de uma vez só - que vosso nome é só uma tentativa de organização. Que o próprio corpo de vocês condena já desde o princípio.
Ou seja, o nome não serve para nada. Não se impliquem e rivalizem por causa deles.
Sabe por quê? O papai lembra de vocês não pelo título, mas pelo o que corre dentro de cada um.
Acreditem-me, eu vos peço.
Sem mais delongas,
Diogo

Nenhum comentário:

Postar um comentário