pesquise no blog

domingo, 10 de maio de 2009

impresso nisto

vai! na agilidade das esquinas
e esquece
esquece mesmo
de mirar o rosto da menina

vai indo você só na agilidade do seu dia
e esquece
esquece!
de mirar a planta ficando alta
ganhando em meio aos cigarros
mais vida
mais vida
e morte
e vida
mais vida
mais vida

vai indo vai
vai você perdido no seu dia
que as coisas não te esquecem
e te chamam a cada esquina
mas você olha?

você apenas corre andando na agonia
de ser alguém
deter alguém
crer em alguém
mas segue
parar você é impossível

parar você é impossível
captura
posto seja escorregadia
correndo entre quinas
esquinas
e meninos,
você brinca de ser em si mesmo o esconderijo
brinca de ser só
vilão e história

brinca
na esquina
dos carros a toda hora
brinca e esquece
que dada tal hora
é preciso parar
e mirar o céu
e mirar o céu

e mirar o céu
para nele ver refletida
a liberdade dos pássaros
e a dos helicópteros

das pipas
dos sonhos
dos amigos mortos
mirar no céu
o inatingível
que mora dentro,
menino

que mora dentro.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário