pesquise no blog

domingo, 27 de dezembro de 2015

A última revelação

Você entrará pela porta
e vai estranhar o fato
de um cigarro aceso
e em minha mão

Vai me dizer suas verdades
vai cantar suas glórias
e eu vou dizer, sem medo
que cada um faz o quer

da própria vida.

Você entrará aqui
e o seu orgulho velado
vai desabar
sem freio

Você vai me olhar feio
e mesmo assim continuarei
porque eu gosto
de ser quem eu me tornei

depois de ti.

Eu gosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário