pesquise no blog

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Maio já está no final

E mesmo assim
Ainda sou todo carnaval.
Maio já no final
E eu lá na frente
Nu no inverno.

Ser contemporâneo há de ser isso mesmo:
estar junto e rente ao tempo
Mas ainda arquivando memórias
em disquetes.

Hoje a noite me espera
Mas a manhã de amanhã
Só me possui se for agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário