pesquise no blog

sábado, 7 de maio de 2016

Listra

Tecido
Urgência
Foste em silêncio
Fiquei em abrigo
Íntimo
Um sono
Aquela cama
Dizem ser outono.

Ouvi o que me dissestes.
Meu corpo também
E assim eu dormi
Apaziguado pelo pesar
De ser tão insistente
No presente.

Depois ouvi histórias
Comi bolo de ceboura
Com cobertura a chocolate
Na manhã seguinte
Ouvi o sol amanhecendo com preguiça
Desejei que a vida pudesse

Comportar
Outra sina
Outra coisa
Apenas outra
Porque distinta.

Então fiz um gesto
Respondi não como quem sabe
Disse melado
Disse madeira
Disse avião
Disse o que me veio
Quando ao te ver
Também pude lhe ser
Ouvido.

Hoje passa abrindo o ontem
Ao intempestivo presente que vivo.

Um suspiro.
Um suspiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário