pesquise no blog

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

contagem

perdi o número dos dias
perdi a data do fim
o peso do abraço
perdi também
as flores
que haviam sido plantadas
em mim

fiquei seco
apesar de concentrado
fiquei certo
de que um dia o sol vem
seguido da chuva
e faz germinar
algum
acontecimento

triste é
triste foi e talvez
também lá na frente
ainda triste será

mas penso:

se é triste
então por que deveria ser outra coisa
que não apenas isto
triste
apenas isto
triste?

repito as músicas que me movimentam o corpo
quero, se possível, não dançar por livre e espontânea vontade

do que eu estava falando
eu já nem sei
mas, ainda agora
conservo
a beleza distante e tão distinta
dos sorrisos e dos beijos e dos abraços
hoje
me farto
novamente
mas noutro corpo
noutro longe de quem antes
me saciou

gosto cada dia que passa
de me ver sozinho
só para não esquecer
do meu semblante
quando ao fim do mundo eu chegar
saber-me-ei apenas isto

punhado de humanidade
querendo fazer encontro
letras trepidando
para nos dar a chance
de reaprender.

sei tão pouco
falta-me habilidade
para ser bom
para ser puro
para dialogar com as patologias do outro
suas
minhas
suas
nossas
não sei

mas deveria saber
deveria
só que agora
espero
o pós tudo isso
para pintar de outra cor
isso
que mesmo sem saber
eu deveria
eu deveria
sim
eu deveria saber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário