pesquise no blog

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Heresia

De que adianta a poesia
se você só sabe enxergar
Via miopia?

De que adianta a vida
se você já determinou a ela
Uma única serventia?

De que adianta a doença
se o remédio que você toma
ao invés de te curar te dá demência?

De que adianta estar perdido
se a vida é desde sempre
perdição?

Ou

De que adianta querer se encontrar
se tudo neste mundo nos convida
a duvidar

Do Sim

Do Não

Do Talvez

Do Nunca

Do Sempre

Do Amor

Do Corpo

Da Mente

Da Dor

Dos Astros

(e de um punhado de outros lugares)?

Nenhum comentário:

Postar um comentário