pesquise no blog

segunda-feira, 4 de julho de 2011

distantes

eles falam de tudo
o tema não é problema
eles debocham

eles lançam a cabeça para trás
rindo a ignorância

como podem?
eu me pergunto
com ares
de sabedoria
póstuma

como podem?
ser tão imersos
no tempo
como podem
crer
que ser o que são
é ser outra coisa
que não somente
esquecimento.

pergunto sem duvidar
questiono sem dor
na alma
ou no peito
eles ainda assim
estão rindo
a eles
indifere
se fim
ou começo.

eles riem de ignorantes que são
eles riem de juventude extrema
eles riem como eu ri
naqueles idos dias
eles riem
porque a queda
ainda neles não se deu
porque a queda
permanece em pause
intrépida
mas contida.

na hora do quedar
eles haverão de mostrar
o sorriso que há
numa boca
sem dentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário