pesquise no blog

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Pas-de-deux

Pas de Deux is French for "Step of Two" and is what partnering is called in ballet. By dancing with a partner the lady can jump higher, take positions she would never be able to on her own, and "float" about the stage as she is carried by her partner. A partner allows a man to extend his line and show off his strength.
TRADUÇÃO
Passo de dois é a
parceria. Como no Balé. Uma mulher dança com seu parceiro. Eles brincam, com
risco de cair, despencar, ruir despedaçar. Ela pode pular, ele sempre a pegará.
Sozinha, não poderia. Como assim se jogar sem ninguém para te pegar? Isso seria
outra coisa. Coisa chamada
suicídio.
In pas de deux the man quite often does not stand in a balletic position or appear to be dancing at all. He
can do this because the audience will almost always watch the lady, but now that you have read this I'm sure that you will watch the man as well next time you go to the ballet to see if it is really true. The man acts as a "third leg" for the lady by stabilizing, lifting, and turning her.

T.

O homem não precisa
sempre estar nesta posse. Nesta pose. Posse. Pose. Enfim, todos costumam olhar
somente para a mulher. É ela quem corre o risco de morte. Talvez sabendo disso
agora, da próxima vez quando os dois olhar, poderá atentar para o cara, ver
também quais movimentos executa. O homem é como o detentor da "terceira perna",
aquela que a mulher não tem. Ele detém o que ela não tem. A terceira perna. É
dele. Sem esta, ela não pode se estabilizar, nem ascender, nem sequer girar
sobre o próprio eixo sob o risco de cair.

Four major areas of technique in pas de deux are promenades, lifts, turns, and jumps, although there are other areas as well. A promenade is when the lady takes a position on pointe and the man walks around her while holding on to her, thus making her turn. A lift is just what it says: The gentleman lifts the lady. The number of different lifts that can be done in ballet is almost limitless. When doing turns with a partner it is normally the lady who does the turning, usually some sort of pirouette. By doing pirouettes this way a lady can do many more pirouettes than she would normally be able to do on her own. Jumps can be very fun, tiring, or scary depending on what kind of jump a couple is doing. Some of the more risky jumps would be more accurately described as catches. This would be where the lady jumps on her own into the arms of the gentleman. Probably the most dangerous of these jumps is a leap of faith; this is the jump when the lady takes off and turns in the air so that she will land on her head if the gentleman does not catch her. Such moves always bring a gasp from an audience.

T.

Alguns movimentos são conhecidos, como
passeios elogios viradas e saltos. Existem outros, é claro. Passeio é quando o
cara pede que ela feche os olhos e a leva para conhecer o que há dentro de um
corpo em chamas. Ele sempre estará ao redor dela. Um elogio é uma maneira de
elevar a parceira, o parceiro. O número é infinito. Alguns elogios podem gerar
piruetas, que é quando saímos da terra e giramos eternamente achando que somos
algo além do que somos. Os saltos, são divertidos, cansativos e perigosos.
Depende do tipo de salto que um casal se permite fazer. Os mais perigosos são os
do tipo pegada. Isso é quando a mulher pula e cai direto nos braços do homem.
Não necessariamente do homem, podendo também ser outra (coisa). O salto mais perigoso, sem
dúvida, é o salto da fé. Aquele em que a mulher mergulha de cabeça e se o cara
não estiver ali, bem, ela pode enfim morrer. (Esses saltos costumam gerar um
grande repercussão na platéia).

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário