pesquise no blog

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Shape

Pisei sobre um lápis.

A ponta não quebrou.

Sentei-me a cadeira.

E pensei:

Lá vou eu escrever para bater meus próprios recordes.

Lá vou eu escrever
para acumular poesias,
enquanto azia mesmo
Enquanto azia,
mais em mim se faz a cada dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário