pesquise no blog

segunda-feira, 30 de julho de 2012

(quem me olha)

Pensei que já é hora de mudar alguma coisa irremediável na minha vida.

Pensei se devo parar com as drogas

Pensei se não seria o caso, simples, de abortar o meu sorriso

A ti, destinado

Pensei muito, como se vê

E cheguei a seguinte conclusão:

Essa coisa irremediável tem por nome a própria

vida

.

Matarei o vício quando cruzar o céu e estancar sobre o concreto

cimento

de cada rua

de cada esquina

e rima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário