pesquise no blog

sexta-feira, 4 de março de 2011

Ressalva

meus olhos estão abertos
mas eu apenas sigo adiante
sem tentar de novo entender
é tão cedo
eu me percebo pensando
como se faz quando mal se acorda
e já então a pessoa se põe tentando entender?
é demais
é perder o dia
fazer desfeita da brisa
e do primeiro raio de sol
que adentra a escuridão do quarto.
meu deus,
que bom estar eu assim tão avesso ao pensamento.
da mesma forma que ele vem e me coloca aqui
inteiro
te escrevendo
da mesma forma ele se condena e se pede respeito.
nada poderá durar tanto assim se metade do tempo
eu gastar processando o que acontece.
não é um poema
não é um texto científico
não é nada
apenas um incômodo que amanhece calmo e pulsante
pronto para me garantir o estranhamento possível para seguir dia adentro
tomado pela sede daqueles capazes de amar.
        

Um comentário:

TUA FILHA GOSTA! disse...

tomado pela sede daqueles capazes de amar::::::::::::


bebo litros de você.

Postar um comentário