pesquise no blog

quinta-feira, 31 de março de 2011

Ágora

Imóvel
Móbile estragado
Corpo pleno sem pane
sem urgência
Só Lapsos
Corpo pleno sem ponte
soluço
Abismo sobre si aberto
e em si cosido
Imorte
Dentro
sim, Para dentro
Voltado ao horror
próprio
de ser de novo e
Outra vez
Sol e não,
Sol em vão,
Sol em dó
Ré maior
para dentro
Fé menor
para fora
Para onde?
Para agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário