pesquise no blog

sábado, 27 de setembro de 2008

Tesão

Fiz o coração tremer
enganei todos os sentidos
e me fiz compreender.

Não é verdade que é mentira isso de somente amar?

Desejo vontade louca te quero agora na boca
Isso também move um coração.

Fiz ele bater contido nesse sentido
Fiz girar e tremer
engasgar e sem tino
percorrer toda a noite adentro.

E era tesão, coração
Não era amor, não era cinema
Era algema
Xilema e floema

Era suco gástrico
esperma e antiácido

Entende o agora?

Eu explico:

Você é burro, átrio esquerdo
Você, direito, é sem noção
Agora você, ventrículo direito
quer sempre mais tempo do que tenho em mãos
Você, esquerdo do peito
Quer sempre que na vida esteja tocando uma canção.

Ah, quanta burrice
Amargura...

Tesão descontrutivista,
sem nenhuma princípio
exceto o da loucura
existe sim
existe em mim
e basta.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário