pesquise no blog

domingo, 13 de julho de 2008

Classificações

Se eu avanço
e você me diz
Não venha
O que eu faço
é o que
é insistência?

Pode ser amor
você deveria dizer
mas se meu amor
já não te serve
como saber se
o que sinto
é também ódio
também raiva
também rancor?

Você poderia dizer
que tudo o feito
foi feito tudo mal
pelo avesso
com segundas
terceiras
e quintas
intenções

E eu devo dizer
isso faz de mim o quê?

O quê, você sabe dizer?

Então, por favor
não me venha para determinar
não me venha para dizer quem sou
ou como devo me portar

São tarefas para o indizível
são querelas de um infinito
que não cabe em nossas mãos
tanto nos batemos
demais ou lento
pouco ou rápido

Não venha, se eu pedir
Não faça mais isso.

Um comentário:

Amigos disse...

pra quê um tema se todas elas falam de uma coisa só?

Postar um comentário