pesquise no blog

quarta-feira, 29 de junho de 2011

note

ei, cara

vai dormir, vai. amanhã é outro dia. você terá tempo entre uma coisa e outra pra resolver tudo isso que te aflige. ou pelo menos parte disso.

vai, eu te peço. enxague a boca. passe o fio dental. escove os dentes enquanto estiver se mirando no espelho (sem intenção de eternidade).

deixe sobre a mesa o computador desligado. a taça esvaziada. mas coloque sobre a mesa da cozinha o prato sujo de cebola alcaparras maionese pão e nozes.

deite-se. não vá me ler nada, por favor. apague as luzes quentes que ainda restarem acessas. pense nos seus amores próximos. tente não pensar nos que não vieram. quiçá nos que se perderam.

passe as mãos sobre o peito – nu – e não se permita se sentir tão desinteressante. a sua poesia tem que te provar o contrário, diga a si mesmo, mesmo que mintas um pouco.

enfim, dente escovado, silêncio no quarto, coloque o despertador para seis da manhã e durma tranquilo, no tempo exato de dizer – enquanto se move entre a colcha – ai como é bom dormir.

e sonhe com os amigos morridos.

você sente saudade deles.

um bjo,

do seu,

seu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário