pesquise no blog

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Angiologia

Se ele estaca
a dor chega.

Se anda, porém
a dor se entretem
numa esquina
ou noutra
Ela se dispersa

E ele senta
para vê-la indo
ele a olha
hoje
quase sorrindo

E de lá, porém,
ela agora o olha
E se frequentam
com calma

Ela avança até ele
lenta e precisa
Ele sabe
não vale correr
dor não é mesmo coisa passageira

Ela chega

Ela ali do chão olhando para ele
ali sentado sobre o banco
da calçada pública

Hoje está um dia de sol tão lindo.

A dor o olha
sempre a dor olhando
de baixo para cima
e ela diz

Estique as pernas
que eu me deito em você
e juntos, assim
Fundidos
a gente sente o sol
e então só haverá isso
Eu lhe prometo.

Ele olha ao redor
envergonhado
Ele estica as pernas lento
e ela chega calma
nele inteiro.

Ele olha o sol
O sol lhe lambe as pernas
com poucos pelos
E então ela diz
já lá dentro
ela diz isso que não sabemos
isso que teimamos em reduzir
isso aquilo
chamado

impaciência.

\\

Nenhum comentário:

Postar um comentário