pesquise no blog

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

noname

Morrer de trabalho
ou morrer pela falta?

Fingir que é ficção ou
perfurar a própria aorta?

Limpar a casa
ou virar poeira?

Congelar a água
ou meu amor por você?

Estourar pipocas
ou a face?

Deixar doer as mãos
ou gangrenar as idéias?

Jogar o jogo
ou subvertê-lo?

Chamar a sua atenção
ou me partir ao meio?

Eu não sei
Eu sou apenas perguntas
perguntas sem interrogação
perguntas que não perguntam
perguntas que unicamente são,
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário