pesquise no blog

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Avesso

Tenho sobre o corpo uma passagem eterna
travessia apaixonada dos segundos
cravadores de ponteiros ininterruptos
no corpo um tempo que se esvái
doce abrupto,

No corpo uma moleza infindável
dos deuses e de seus diabos
num ir recíproco do avançar
só porque há volta,

O coração encarado, posto quebrado
faz no moer-se o questionar,
já não importa tanto verbo
nenhuma palavra é capaz de curar,
ondas-eletromagneticas7

Nenhum comentário:

Postar um comentário