pesquise no blog

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

A vida é mesmo isso

Num dia você acorda
E, sem perceber, a primeira coisa que você faz
É reclamar de alguma coisa.
Ao invés de dar um bom dia
Ao invés de sorrir e se espreguiçar
Ao invés de se erguer para mais um dia de batalha
Aquilo que você faz ainda é só reclamar.
Você caminha em direção à rotina
Achando ser culpa do mundo toda essa insatisfação que você sente.

Mas eis que um dia você acorda
E percebe também que o tempo está passando
E que a vida – talvez – seja isso mesmo:

Jogo nunca ganho.

Você percebe que reclamar das coisas todas
Te tira a força e o brilho necessários
Para modificar tudo o que você quer mudar nesse mundo.

Você percebe que quanto mais tempo brigando com o mundo
Menos tempo você terá para escutar o que ele quer lhe dizer
Menos tempo você terá para cuidar e conversar
Para ousar, descobrir, conhecer.

Eis que um dia você acorda
E alguém, ao seu lado, te acena um sorriso.
Na sala ao lado, outro alguém te estende a mão
Na sua frente, ao seu redor
Você começa a perceber a quantidade imensa
De pessoas capazes de te ouvir e multiplicar.

Então será nesse dia que você também perceberá
Que a vida é mesmo isso:

Puro jogo que desconhece chegada
Porque o mais lindo da vida é o caminho
O mais lindo são as tentativas, as quedas, os saltos
O mais lindo da vida é que um dia você descobre
Não estar sozinho
E que, por isso, agora você é capaz

De ir além do que disseram ser impossível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário