pesquise no blog

domingo, 22 de março de 2015

Ameno

Ruas se colorem
o preto desce do alto
E o vento mistura
as tintas.

O que restou 
lá fora
Não se pode lembrar
mas o peito grita

Como se voar
pudesse ser possível
Alto tão alto
que assusta desde o início

Poder-se-ia voltar
mas a mentira é tão grande
Que se demora a acostumar,

Coloque as suas defesas aqui
e leia novamente o escrito
Porque você não merece mais do que lhe dei
E eu não mereço mais que isto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário