pesquise no blog

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

um pouco de estranho

girando a toalha ao redor do corpo

toalha encharcada, de forma que o peso

batia-se contra a pele
e fazia som de susto.

girei até doer os braços
primeiro o esquerdo
depois o direito
e por fim

quase exausto

me deixei contemplar a própria ousadia.

pensei, em silêncio
na loucura
na loucura leve
quase inconsequência

quase maturidade ainda não todo vinda.

pensei
o que você está fazendo no centro da sala
tomando banho de balde
a risco de se dar um curto-circuito?

não aconteceu.

coloquei panos em volta para me privar de um choque.

me deitei no chão
dado momento
e deslizei hegemônico
sobre a água morna

tal qual o ritual pedia.

falei-me poucas palavras
para não me exceder cuidado.

e um novo ano amanheci.

estou cheio de medos e fobias e descompassos.

acho que o último ano me fez bem
me fez muito
me cansou na medida
extra
large.

abandono-o agora
certo de que neste
eu terei outra chance
até que a morte
me peça a voz
e a hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário