pesquise no blog

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Acordo

Está feito
Não excederei vontades
nem demasiado cuidado
Posso cruzar a linha rente
ou por baixo,
Não vou tentar antecipar
o risco.

Está acordado:
comigo primeiro
depois com o mundo
com a mãe
com o obituário.

Farei da forma como me parecer possível
Sem exceder liberdade
sem deixar de me impor algum limite claro
Limpo.

A sua dor é imensa, mãe
A minha um dia talvez chegue perto
Enquanto isso, eu decidi

Ficarei meio dolorido
meio forte
Meio sabendo do mundo
meio cego (por sorte).

E assim,
quem sabe
A saúde dure mais
que o estômago já vencido.

Quem sabe assim
o suicídio permanece como obra de outrem, apenas
Como tema de livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário