pesquise no blog

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

possibilidade

os meus amigos estão esperando.
eles querem muito ver,
como você é
como sou eu
quando estou com você.

eles esperam,
feito urubus sobre a terra seca
e com asas esvoaçantes.

eles querem saber
se o brilho do meu olhar
deixa de ser tão fugaz
quando me porto
assim tão perto
de você.

eles querem medir
o tremor das minhas mãos
quando souberem
que já é hora
de lhe apertar
e pedir:

venha comigo,
eu quero você.

os meus amigos estão esperando.

enquanto eu,
não espero nada.

não quero te sofrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário