pesquise no blog

terça-feira, 7 de agosto de 2012

intolerante, mesquinho, escroto mesmo

sou
sou horrível
o mundo
como o vejo
é o impossível
despido
e alvejado

nada pode ser
realmente
distante
de mudar.

sou horrível
intolerante
sou mesquinho
quis ser outra coisa
mas frente a tanto cinismo

aprendi que meu brilho
é saber transitar
entre
as acnes alheias
entre
a pele solta
e os pelos
sobre carnes
decorados.

sou escroto
mesmo
acredite-me
em mim o sexo tem valor de bom dia

em mim
essa coisa
que você paga terapeuta
em mim
gera apenas punheta

não sofro essa doença toda
não sofro o pai que não veio
não foda a mãe que me amou
faz tempo

foda-se
aprendi a ser a intolerância quando tive que aprender a ser gente grande

então não sabe brincar
nem mesmo quer aprender
então faz isso mesmo

me chama
eu tiro a roupa
te dou a caneta
te tiro a tampa
e deixo
meu corpo
nu
feito quadro
pra sua ladainha

cheirando a mesmice
cheirando a leite podre de mãe velha
que até hoje não viu nada do filho
exceto pentelho
pentelho cinza
pentelho branco

e só isso.

isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário