pesquise no blog

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

sem_título 06

ela é sem dúvida alguma
uma criança
ele – sem dúvida – é homem
desses que tem barba
ódio e vergonha

ela tem a face pouco mexida
os olhos inda pausados
sem fim
enquanto ele encerra num olhar
apenas
a noite
o cancro
a pedra nos
rins

tanta diferença
tanta demora
até que se encontram

que pode haver nisso
que não seja de fato
algo inédito
necessário

posto seja ruidoso
o movimento pelo qual
pele bruta toca
seio de anjo

eles ainda se olham
temem ter ficado
dependentes
eles se olham
e veja

não vêem nada
para além da neblinha
solta no olhar
presa nos dentes

que estranho é o desejo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário