pesquise no blog

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Simples

De forma que tudo resta ali concentrado e latente
De forma que, como já dizia meu avô,
a manhã nasce possante
potente.

Simplifica a sua neblina
e brinde o gramado
com o orvalho

Simplifique o beijo
e brinde o amor
com segurança

Deixa,
amanhã as perguntas vão morrer
e tudo será dor de cabeça.

Então deixa,
hoje os olhos pesam sem fim
mas é só porque você
está longe.

Sim.
Simples desse jeito,
você ai distante
e eu aqui
distante de mim.
                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário