pesquise no blog

domingo, 4 de julho de 2010

Ela deu o PLAY

Ela o diz, eu queria ter tudo escrito, para te explicar, te fazer entender. É tão claro, meu amor, não duvide disso. Eu vou conseguir acertar tudo só preciso de um pouco de calma.

Ele de pé sem mover um músculo.

Quero saber o que vai ser de mim quando você se for. Quero saber que destino pode haver lá na frente, ainda escondido, ainda incapaz de ser dito, qual?

Eu não aguento, ele disse sendo por ela imediatamente silenciado.

Fique assim. Não fale nem se mova. Vamos fingir que eu estou só. Eu quero saber o que possa ser isso.

Você não está só.

Mas e se estivesse?

Não estaria comigo. E eu estou aqui. Anda, me deixa sair.

Você não pode falar.

Eu posso, não falo porque você pediu…

Eu te peço.

Não. Eu cansei. Eu não vou tentar prever o que não sabemos se virá.

É um jogo.

Eu cansei de jogar. Quero partir. Por favor, me solta.

Não te interessa?

O quê?

Saber o que possa ser a solidão? Saber com força, saber de verdade o que possa ser a solidão?

Não. Não me interessa. Eu tenho você. E você a mim. Que papo é esse, eu já pedi, me solta!

Pois vamos supor a partir de agora que sou eu quem parte. E é você quem fica.

Chega!

Eu vou sair, descer as escadas, dobrar a esquina… E você vai continuar aqui preso, algemado nesta cama velha e pesada, cama da sua avó, se lembra? Eu vou, antes de sair, regar as plantas, dar-lhe um pouco de água, eu vou ligar o som e deixar bem alto tocando aquela música que tanto lhe traz graça… Para que possa durar por mais tempo sem mim.

Ele respirou fundo e abaixo a cabeça. Ela de súbito foi ao aparelho de som e deu o play.

Foi à cozinha, voltou com um copo cheio de água. Lançou para dentro da bromélia. Estava sedenta. Bebeu tudo. Nada para ele sobrou. Cruzou a sala bateu a porta e ele em silêncio, tentando acreditar se aquilo era aquilo ou era um sonho um pesadelo uma coisa qualquer, dessas assim, sem explicação.

2 comentários:

Dominique Arantes disse...

Nossa!!!!!

Cruel.
Estou seca.

Anônimo disse...

saudades!
to ha mto tempo sem passar por aki!
como sempre eu amei!
te amo!

Postar um comentário