pesquise no blog

domingo, 25 de julho de 2010

o filho mais novo é o mais terrível...

e não cansa de me dar trabalho. por que fazê-los? acho que para olhar seus olhos e reconhecer – de vez – o quanto somos – fomos – autoritários. filhos, os melhores que eu tive, vocês são cheios de defeito e eu, sou hoje ainda mais repleto. não cansem de quebrar. estarei aqui de novo outra vez agora pronto a costurar, cada pedaço, cada parte. podem brincar. eu preciso me acostumar com suas idas e não voltas. acostumar com seus gritos de brincadeira, acostumar com a rima da sua prosa. eu preciso, filhos. aquilo que só vocês podem me dar.

01

2 comentários:

Tua Filha Gosta! disse...

a foto é interessantíssima.
é de Godot?

Diogo Liberano disse...

sim... olha a flavinha ali no meio...

Postar um comentário