pesquise no blog

sábado, 14 de maio de 2011

Fumegante

Suas mãos estão frias
segue o peito operante
O que pode haver de mais quente
hoje, do que o risco em si
de não ter mais em mim presente
de não te ter mais em mim

Distante.

Sem interrogação
sem pausa ou alarde
Flui ao externo do corpo
essa ida essa investida esse vapor
quente
e capaz de arruinar

Suas partes se comovem
está frio, alguém há de nos ajudar
No entanto, pode ser que por hoje
apenas
fique tudo assim como está

Tensão solta

Voadeira

Tesão retido

Capaz de queimar.

 

zero dois zero um zero três

Nenhum comentário:

Postar um comentário