pesquise no blog

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Caros investigadores,

meu pai pediu para avisar:
entrem sem medo e, sobretudo, famintos.
Queiram o íntimo inteiro
o que há fora
e o que foi costura.
Comam as beiradas
e persistam sobre a mesa vazia
(dela muita coisa ainda há de sair).

Ele avisou que vocês viriam, portanto
entrem sem bater
venham trazendo bagagem
cobertor e fogareiro
É que aqui em casa
às vezes a gente brinca de ser escoteiro
então
toda e qualquer dificuldade vira, enfim,
mistério
(o dia seguinte amanhece mais quente).

Ele nos falou,
Filhos, eles talvez lhes parecem indiferentes, portanto, seduzam todos
Mas o papai sempre brinca com as palavras então deve ser piada
Só pode ser
Afinal,
ciumento do jeito que ele é
não faz mesmo sentido pensar que ele convidou os senhores justamente para nos vasculhar
e para nos render

Certo?

Senhores?

Por favor?

Eu aqui falando aos senhores
falo também aos meus irmãos
Eu falando aqui presente
sou eu meu pai e minha mãe
Eu hoje sou constelação
de versos
ansiosos
por nova
descoberta

Crentes no jogo
Versos crentes na ida
(e não mais na [espera]
palavra contida
e trancafiada) com segurança
de um lado
e
pre
cipício
do outro_

Nenhum comentário:

Postar um comentário