pesquise no blog

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

leviatã

MINHA BOCA QUASE SANGRA
POR CAUSA DOS SEUS BEIJOS

QUASE DESPENCA
POR CAUSA DO SEU JEITO
A MINHA BOCA
(nu seu queixo)
QUASE QUE SE ENROLA
QUASE QUE SE MORDE
QUASE SE PODA POR TUDO
QUE SE PASSA EM NOSSOS PEITOS

E SE SE ENGASGA
E SE SE EMPLASTRA
(para se tentar salvar)
JÁ NÃO IMPORTA
POIS BOCA MINHA INDA TE ARROTA
E DEVORA
E TE DEVOTA MAL SE FAZ NOITE EM DIA

É

POIS É

MINHA BOCA
QUASE HOJE SE FEZ EM MEMÓRIA
QUASE HOJE MINHA BOCA FOI SUA
SOMENTE SUA
GEMENTE NUA
VIVA E SEM PELE
MINHA BOCA
AGORA GRITA E SUA
AGORA GRITA ENQUANTO A TUA,

desce para dentro de mim em movimentos peristálticos
para saciar este instante. já ido.

        

Nenhum comentário:

Postar um comentário