pesquise no blog

sábado, 6 de fevereiro de 2010

P L A Y

Estive junto no dentre em pouco prenunciado
no poema anterior.

Foi foda, foi bom, foi sim, gostoso, confortante, foste revelador.
Revelou onde em mim as mudanças querem saltar
onde em mim aqueles mesmo vícios querem ficar
assim sem fim
Revelou-me, você, sem dúvida alguma, o corpo inteiro.

Cada parte
Cada à parte
Cada silêncio
Cada sem jeito
tudo tudo tudo
modificado
tudo foi ontem
acariciado
e amanheci dormido
amanheci calmo
os olhos juntos comigo
sem pressa
fuga
ou consternação.

Amanheci ao seu lado
E disse a poesia da cantora
cantei para ti aquela canção
Não me culpe
Eu não tenho controle sobre o meu coração
Ele é todo aberto
todo tridimensional
tudo ao redor nele desperta
à agilidade da relação.

Eu agradeço.
Eu devo ser sincero, ainda mais
Foi Foda sim
mas na próxima
vai ter que foda ter.
        

Nenhum comentário:

Postar um comentário