pesquise no blog

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

A Força

Diz-se que está lá fora.

Eu olho pra janela
E o que vejo é só um dia
Amanhecendo.

Volto ao dentro
Eu, sempre insatisfeito.

Pondero um instante:
o que há lá fora é só o dia amanhecendo.
Haveria de existir algo mais?
Eu me condeno.

Não.
Lá fora o dia amanhece
Entre preguiçosos raios
De sol. Falta o quê?
O que precisa faltar?

A Força que antes não me veio
Chega tímida sem bater na porta
Ave silenciosa
Calor morno
Toda calma.

Concluído.

Nenhum comentário:

Postar um comentário